Muitos empreendedores têm se perguntado se o crescimento das vendas online será apenas uma onda passageira em função da pandemia do coronavírus ou se os consumidores estão mesmo mudando de hábito. As pesquisas indicam que a moda veio para ficar.

O IPPE compartilha aqui, neste espaço de reflexão, uma recente pesquisa realizada pela Criteo, empresa de tecnologia que fornece publicidade a profissionais de marketing, que mostrou que 56% dos consumidores brasileiros entrevistados disseram ter comprado em canais de e-commerce pela primeira vez durante o pico da pandemia, no segundo semestre de 2020.

A grande novidade é que a pesquisa mostra que 94% pretendem continuar comprando nas lojas on-line que descobriram nesse período de quarentena. Para os padrões de consumo brasileiros, o que se espera é uma transformação digital acelerada. Ou seja, o resultado dessa pesquisa é um alerta para os empreendedores que ainda não estão on-line ou estão mal posicionados na rede.

Outro dado da pesquisa aponta que 67% dos entrevistados descobriram pelo menos uma nova forma de consumo e pretendem continuar a utilizando após a pandemia. Ou seja, quem experimentou durante a quarentena e gostou, vai continuar comprando pela internet, pedindo comida por delivery e fazendo compras por aplicativos.

Após um ano desafiador para todos nós, como foi 2020, os empreendimentos que não estiverem on-line para contato e comercialização de seus produtos e serviços, não vão sobreviver.

Temos por finalidade, apoiar e desenvolver, a Educação Empreendedora sem nenhuma conotação político-partidária.

 

Empreendedorismo IPPE

Instituto IPPE

Contato

Links

© 2021, Instituto de Pesquisa e Projetos Empreendedores | Direitos Reservados | InFOCO Produções